Você está visualizando atualmente Santa Hripsimé

Santa Hripsimé

  • Autor do post:
  • Categoria do post:Santos

A Legenda de São Gregório, recolhe a tradição referente às santas protomártires da Armênia: Hripsimê, Gayanê e suas companheiras. Foram 37 virgens cristãs “Hripsimiants”. Ripsimia é um nome de origem grega (Hripsimê é sua transliteração armênia). Estão acompanhadas por outras damas, entre as quais se nomeia Gayanê. Na Legenda de São Gregório, as damas são apresentadas como membros de uma comunidade monástica romana cuja abadessa é exatamente Gayanê. Hripsimê é descrita como uma belíssima jovem notavelmente virtuosa.

O Imperador Diocleciano desejando casar-se, toma conhecimento de Hripsimê, uma princesa real que habitava um mosteiro em Roma. Ao conhecê-la, apaixona-se perdidamente em razão de sua extrema beleza. Criou-se, então, uma situação delicada à santa virgem: o dilema entre a perigosa recusa do Imperador e a fidelidade à sua consagração virginal a Jesus. Diante desse fato, a Abadessa Gayanê e toda a comunidade decidiram fugir de Roma.

Ao tomar conhecimento da fuga para a Armênia, Diocleciano informa o Rei Tirídates pedindo que a enviasse de volta a ele. No entanto, ao encontrá-las o monarca arde de paixão ao ver a formosura de Hripsimê e a deseja possuí-la como esposa. Diocleciano, sabendo disso, acaba por desistir de Hripsimê deixando as virgens ao critério de Tirídates. Tirídates ordena, então, que Hripsimê fosse conduzida ao palácio e preparada aos esponsais. Tendo recebido uma resposta negativa, mandou martirizá-la assim como a sua superiora e as companheiras. A festa litúrgica das virgens “Hripsimiants” é celebrada anualmente na segunda-feira da segunda semana de Pentecostes.